7 de jun de 2013

Clãs - Nosferatu

                                               

Os filhos de Caine são apelidados de "Os condenados", e ninguém encarna mais nesse papel que os miseráveis Nosferatu. Os Nosferatu carregam consigo uma antiga e terrível maldição, pois já não são feitos á imagem de Deus; a transformação vampírica, deformou-lhes o corpo, transformando-os em abominações aos olhos do homem e dos anjos. Marginalizado pela sociedade dos mortais e dos vampiros, estes seres deformados assombram as catacumbas e todos os tipos de lugares escuros e desertos.

Os Nosferatu raramente confraternizam com os mortais, mas ficaram enraizados na sociedade dos humanos como monstros. Outros vampiros, com medo dos roubos dos Nostefaru aos seus Clãs, levaram estas criaturas a procurar abrigos em baldios, longe da sociedade. Este exílio forçado, combinado com a revulsão intrínseca  que a sua aparência inspirava, tornou-se no perfeito bode expiatório para tudo o que não tinham explicação, real ou imaginário. Esta malvada (e na merecida) reputação forçou os Nosferatu a estarem para sempre em movimento, sempre escondidos, sem poderem descansar devido ao medo da exterminação.

Muitas vezes eles evitaram a sua destruição traficando preciosas informações.  A sua dependência em fazer as coisas pela caldada, comunicar com bestas e está sempre em movimento de lugar para lugar, proporcionou-lhes acesso a muita informações que os seus congeneres menos audazes não tinham conhecidos. Mesmo os Nostefaru que viviam nos perimetros das cidades, descobriram que suas escolhas de estádias e de vitima, lhe forneciam conhecimento secreto de todo o tipo de informações e assuntos vulgares, inacessíveis mesmo ao mais grandioso do Clã. Os Nosferatu aprenderam que os mais refinados príncipes Ventrue muitas vezes cobriam o pescoço, tapavam o nariz e davam um pedinte ou dois, em troca de informações sobre o seu Clã rival Lasombra. ( e se o rasgateio se provasse fútil, os Nosferatu não estavam imunes a chantagens...)

Desde o aparecimento da cristandade, muito Nosferatu mudaram seu comportamento. Viam-se amaldiçoados por Deus, mas capazes da salvação através de Cristo~(quem quer que fosse), aguentaram com firmeza e com sofrimento a sua penitência na terra, na tentativa de evitar o inferno. Como o Nosferatu tem de se manter escondido entre a camada social mais baixa dos mortais, encontram desta maneira muitas oportunidades de fazer bons trabalhos a partir da escuridão.

Aparência: Cada Nosferatu é único,  sendo cada um mais repugnante  que o outro. As suas deformidades são tão exageradas como grotescas. Alguns tem aspecto de um corpo em decomposição, sem narizes e orelhas; outros aparentam-se como demônios ou roedores vorazes. Muitos perdem o cabelo e deixam crescer inchaços e verrugas como os sapos. Alguns tem tem uma pele gordurenta e enrugada, outros horrivelmente não tem pele, parecendo-se como porcos esfolados num mercado. Um cheiro pestilento circunda os Nosferatu, atraindo muitas das vez pragas de moscas e de gafanhotos. Em todos os Nosferatu, a falta de higiene é evidente. Num esforço para esconder a sua vergonha ( e evitar os caçadores de bruxas), muitos dos Nosferatu encobrem-se numa espécie de sarapilheira.

Abrigos: Os Nosferatu assombram sitios abandonados e pestilentos, de preferência ruinas, pântanos florestas, ou de preferência, zonas infectadas por pragas. Nas cidades, tendem a habitar catacumbas antigas,  leprosarias, masmorras e casas baratas fora dos limites da cidade. Os grandes montes de estrume comuns as cidades da época medieval, serviam de abrigo diurno (e era mesmo muito pouco provável que mesmo o mais zeloso caçador de bruxas, fosse escavar um monte de estrume á procura de um vampiro adormecido.).

Antecedentes: Os Nosferatu escolhem as sua vitimas da mais baixa classe da sociedade: idiotas leprosos, ermitas, criminosos e vagabundos. Os Nosferatu ma caminhada para o céu, muitas vezes castigam os orgulhosos,hipócritas e outros pecadores, forçando-os a entra no clã. Os judeus eram favoritos, pois muitas vezes eram inteligentes e praticos, mas não tinham proteção contra os vampiros. Ocasionalmente, um Nosferatu indignado, escolhe uma bela vitima para a tornar monstruosas, mas hoje em dia a prática não é tão comum.

Personalidade: A maioria dos Nosferatu tem a ideologia de um pedinte ou de um estranho a uma sociedade.Os atributos fisicos e os talentos são geralmente essenciais, pois têm de ser rapido, esperto e tem de dar preparados para sobreviver com as suas inumeras privações. Raramente tem aliados , contactos, servidores ou qualquer outra coisa que os linguem ao mundo imortal. Apesar de tudo, o raro humano que ajudar um Nosferatu, terá um amigo para a vida (e para a dos seus filhos, netos..). O caminho para o céu é comum entre os Nosferatu, seguindo de perto pelo caminho da besta. Muitos Nosferatus rejeitão o caminho da humanidade, não se consideram dignos da humanidade.


Um comentário: