27 de jul. de 2020

O Que São os Siren Head!

                                     

Siren Head, que ás vezes é chamada Lamp Head, é uma lenda criptográfica e urbana hostil criada pelo artista Trevor Henderson. É uma criatura humanoide alta e misteriosa, conhecida por sua aparência estranha e pelos vários sons que emanam de sua cabeça, que consiste em um porte metálico com sirenes ligadas a ela.

Aparência 

Quase todas as imagens de Siren Hea são apresentadas de maneira muito semelhante uma à outra, apresentando Siren Head como um humanóide alto, magro, com pele mumificada e duas sirenes na cabeça. Henderson confirmou que as sirenes do Siren Head têm a capacidade de emitir vários sons como conversas, ruídos brancos e sons extremamente altos que podem prejudicar a audição. Siren Head foi apresentado com diferentes objetos em sua cabeça, dependendo de duas fotografias conhecidas.

29 de out. de 2019

Diyu - Terrível Inferno Chinês


Diyu é o reino dos mortos ou "inferno" na mitologia chinesa. É vagamente baseado em uma combinação do conceito de Naraka, crenças tradicionais chinesas sobre a vida após a morte e uma variedade de expansões e reinterpretações populares dessas duas tradições.

Diyu é tipicamente descrito como um labirinto subterrâneo com vários níveis e câmaras, para as quais as almas são levadas após a morte para rever os pecados que cometeram quando estavam vivos. O número exato de níveis em Diyu e suas divindades associadas diferem entre interpretações budistas e taoístas. Alguns falam de três a quatro "tribunais", outros mencionam "Dez Tribunais do Inferno", cada um dos quais é governado por um juiz (coletivamente conhecido como os Dez Reis Yama), outras lendas chinesas falam dos "dezoito níveis do inferno". Cada tribunal lida com um aspecto diferente de observação e punições diferentes, a maioria das lendas afirma que os pecadores são submetidos a torturas terríveis até sua "morte", após o que são restaurados ao seu estado original para a tortura seja repetida.

6 de set. de 2019

O Que Foi a Crucificação


A crucificação é um método de pena capital no qual a vítima é amarrada ou pregada a uma grande viga de madeira e deixada para pendurar, por vários dias até que ocorra a morte por exaustão e asfixia. A crucificação de Jesus é central para o cristianismo.

Detalhes

A crucificação foi mais frequentemente realizada para dissuadir suas testemunha de perpetrar crimes semelhantes (geralmente hediondos). Às vezes, as vítimas eram exibidas após a morte, como advertência para qualquer outro criminoso em potencial. A crucificação era geralmente destinada a proporcionar uma morte particularmente lenta, dolorosa (daí o termo excruciante, literalmente "fora da crucificação"), horrível, humilhante e pública, usando quaisquer meios que fosse mais convenientes para esse objetivo. Os métodos de crucificação variaram consideravelmente com a localização e o período de tempo.

As palavras gregas e latinas correspondente à "crucificação" aplicavam-se a muitas formas de diferentes execuções dolorosas, incluindo ser empalado em uma estaca ou fixado em uma árvore, poste vertical(uma cruz simples) a uma combinação de uma vertical e uma travessa. Seneca, um jovem escreveu: "Eu vejo cruzes lá, não apenas de um tipo, mas feitas de muitas maneiras diferente, algumas têm suas vítimas com a cabeça no chão, algumas empalam suas partes íntimas, outras esticam os braços na força".

18 de jul. de 2019

Mutilação de Gado: O que é, FBI e Explicações!


*Este Post contêm imagens que podem ser fortes para algumas pessoas

A mutilação do gado é a morte e mutilação de gado sob circunstâncias anormais, geralmente sem sangue e anomalias. Em todo o mundo, ovelhas, cavalos, cabras, porcos etc, foram mutilados com excisões similares sem sangue, muitas vezes uma orelha, globo ocular, mandíbula, língua, gânglios linfáticos, genitais e reto são removidos.

Desde os primeiros relatos de mutilações de animais, várias explicações foram oferecidas, variando de decomposição natural e predação normal a cultos e órgãos governamentais e militares secretos, a uma série de especulações, incluindo predadores cryptídeos e extraterrestres. As mutilações foram objeto de duas investigações federais independentes nos Estados Unidos.

25 de mai. de 2019

JiangShi: Os Vampiros Zumbie da China


Os Zumbies Vampiros (JiangShi) são um tipo de criatura morta-viva encontrada no folclore chinês. Embora seu nome chinês seja frequentemente traduzido como ("vampiro chinês/zumbi/fantasma"), seu significado literal é"cadáver rígido". Essas criaturas podem ser identificadas por seus trajes, o uniforme de um oficial da dinastia Qing. Além disso, o JiangShi é reconhecido por sua postura e movimento. Os braços dessas criaturas estão permanentemente entendidos, aparentemente devido ao rigor mortis (rigidez cadavérica) e eles saltam ao invés de andar. Como resultado da rigidez de seus corpos, há muitas maneiras de transformar um cadáver em um JiangShi e muitas maneiras de derrotá-lo. Essas criaturas mortas-vivas aparecem em um grande número de filmes chineses.

Um exemplo de transformação do corpo em relação a JiangShi, de acordo com uma versão do mito, um JiangShi é criado quando uma pessoa sofre uma morte violenta, por exemplo, suicídio, enforcamento ou afogamento. Tais mortes fazem com que a alma seja incapaz de deixar o corpo, resultando em uma cadáver reanimado. Outra crença é que um cadáver pode se tornar um JiangShi se não for dado um enterro apropriado. Por exemplo, se um enterro foi adiado após a morte, um corpo morto pode ficar inquieto e voltar para assombrar os vivos. Outra suposta maneira de um cadáver se transformar em um JiangShi é que ele não se decompõe mesmo após o enterro. Cadáveres que foram atingidos por um relâmpado ou ataques animais também se transformam nessa criatura morta-viva.

5 de set. de 2018

Tribo Quileute (Atualizada)


O Quileute ou também conhecido como o Quillayute, é um povo nativo-americano no oeste do estado de Washington nos Estados Unidos, atualmente em número de aproximadamente 2 000. O povo Quileute se estabeleceu na Reserva Indígena Quileute. 54´23´´ N 124 º 37´30´´W após a assinatura do Tratado de Quinaulta em 1855. Ele está localizado perto do canto sudoeste do Condado de Clallam, Whasington, na foz do rio Quillayute, na costa do Pacífico. O principal centro populacional da reserva é a comunidade de La Push, Washington. O censo de 2 000 informou uma população residente oficial de 371 pessoas na reserva, que tem uma área de terra de 4.061km².

A tribo Quileute, reconhecida pelo governo federal, tem seu próprio governo, que consiste de um conselho tribal eleito com mandatos escalonados de três anos. O atual conselho tribal consiste em: Charles Woodruff (presidente), Rio Jaime (vice-presidente), Naomi Jacobson (secretário), Crystal Lyons (tesoureiro) e Tony Foster (membro em geral).

A língua Quileute pertence à família de língua Chimakuan entre os povos indígenas da Costa Noroeste. A língua Quileute é isolada, já que os únicos povos aborígenes relacionados aos Quileutes, os Chimakum, foram destruídos pelo Chefe Seattle e pelo povo Suquamish durante a década de 1860. A língua Quileute é uma das seis línguas conhecidas sem sons nasais (ou seja, m e n).